SIT lança Campanha pelo Trabalho Doméstico Decente no dia 27/04

Evento acontece a partir das 9h e poderá ser acompanhado pelo Youtube

Publicado em 20/04/2022 15h01 Atualizado em 20/04/2022 15h02

Na data em que se comemora o Dia Nacional da Empregada Doméstica (27/04), a Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério do Trabalho e Previdência lança, a partir das 9 horas, a Campanha pelo Trabalho Doméstico Decente.

A Campanha tem o objetivo de esclarecer aos trabalhadores, empregadores, agentes públicos e a sociedade em geral a legislação aplicável ao Trabalho Doméstico, inclusive no que tange a segurança e saúde, discriminação, assédio e violências no trabalho, bem como sensibilizar para a importância do cumprimento da legislação trabalhista e alertar sobre os malefícios do trabalho infantil, além de apresentar os elementos que configuram o trabalho escravo doméstico.

“Ao longo do ano, nosso objetivo é desenvolver materiais, cursos, rodas de conversas, entre outras ferramentas, para sensibilizar a sociedade para o tema do Trabalho Doméstico Decente”, afirma Romulo Machado e Silva, Subsecretário de Inspeção do Trabalho.

Lançamento contará com diversas palestras e plantão do eSocial

O lançamento contará com uma vasta programação voltada a trabalhadores e empregadores domésticos, e que poderá ser conferida, ao vivo, pelo Canal da Escola Nacional da Inspeção do Trabalho no Youtube (youtube.com/enit-escola).

Participam do evento auditores-fiscais do Trabalho e convidados externos, que abordarão temas como “História e Atualidade do Trabalho Doméstico no Brasil” e “A Inspeção pelo Trabalho Doméstico Decente”.

Ao final da tarde, das 16h às 17 horas, haverá o Plantão do eSocial, em que auditores-fiscais do Trabalho irão tirar dúvidas e esclarecer pontos sobre o sistema para trabalhadores e empregadores domésticos.

Programação:

Manhã

Mediação: Shakti Borela (auditora-fiscal do Trabalho)

9h Abertura 

Tatiana Vasconcelos (secretária-adjunta do Trabalho)

Romulo Machado e Silva (subsecretário da Inspeção do Trabalho)

Martin Gerog Hahn (diretor do Escritório da OIT no Brasil)

Luiz Henrique Ramos Lopes (coordenador-geral de Fiscalização do Trabalho)

9h30 OIT

A confirmar

9h50 Trabalho Doméstico no Brasil 

Marina Sampaio (auditora-fiscal do Trabalho)

Roberto Padilha (auditor-fiscal do Trabalho)

Mauricio Krepsky (auditor-fiscal do Trabalho)

10h30 História e Atualidade do Trabalho Doméstico no Brasil  

A confirmar

11h00 Perguntas e Respostas

Tarde

Mediação: Hilana Pereira (auditora-fiscal do Trabalho)

14h Abertura

Dercylete Lisboa (auditora-fiscal do Trabalho)

14h10 Trabalho Escravo Doméstico: Afeto como Fator de Perpetuação

Marcela Rage Pereira (Mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Linha de pesquisa: História, Poder e Liberdade do PPG-UFMG)

14h40 A Inspeção pelo Trabalho Doméstico Decente 

Cynthia Saldanha (auditora-fiscal do Trabalho)

Liane Durão (auditora-fiscal do Trabalho)

Vídeo: Entrevista com Luzia Geraldo, trabalhadora doméstica resgatada

15h Perguntas e Respostas

16h – 17h Plantão eSocial: Perguntas e Respostas sobre Trabalho Doméstico

Luiz Antonio Medeiros (auditor-fiscal do Trabalho)

Dercylete Lisboa (auditora-fiscal do Trabalho)

Fonte: Ministério do Trabalho e Previdência

Compartilhe isso:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

#Assuntos

#Tags

Shopping Basket